FHC: se for culpado, Arruda perde a liderança

O presidente Fernando Henrique Cardoso disse, em entrevista ao Jornal Hoje, da TV Globo, que se ficar comprovado o envolvimento do líder do governo no Senado, José Roberto Arruda (PSDB-DF), na violação do sistema de votação eletrônica da Casa, ele terá que deixar o cargo. O presidente, no entanto, falou que não quer prejulgar, e acha que a questão deve ser examinada sem precipitação. "Ainda não falei com o líder. Não quero prejulgar. Se houve (envolvimento na violação) é ex-líder. Mas a responsabilidade não é só dele. Mas quem vai apurar não sou eu", afirmou o presidente. O presidente insistiu, também, em sua posição contrária à instituição de uma CPI da Corrupção. Segundo ele, o Congresso não tem como exigir uma CPI sem antes arrumar a própria casa, depois das últimas denúncias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.