FHC reúne-se com líderes do PFL e do PSDB

O presidente Fernando Henrique recebe, às 18 horas, no Palácio da Alvorada, os presidentes do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), e do PSDB, deputado José Aníbal (SP), para uma primeira conversa sobre a reedição da aliança entre os dois partidos rumo às eleições de 2002. O PMDB, outro parceiro da coligação que reelegeu Fernando Henrique, não participará do encontro, que discutirá também uma agenda política necessária para ajudar o governo retomar sua popularidade. "Queremos ouvir a opinião do presidente sobre vários assuntos", disse o deputado José Aníbal.No encontro com o presidente Fernando Henrique será discutida também a possibilidade de os tucanos e liberais caminharem juntos nos Estados, montando palanques favoráveis à eleição do candidato da aliança à sucessão presidencial." Estamos fazendo uma reflexão sobre o futuro da aliança entre PSDB e PFL nos Estados", afirmou Aníbal.Alguns motivos justificam a exclusão do presidente do PMDB, senador Maguito Vilela (GO), desse encontro: a sua defesa intransigente pela candidatura própria à presidência da República e a oposição que ele assumiu em relação ao governo. Aníbal reconhece dificuldades de sentar à mesa com o senador para discutir questões política de interesse comum do governo. Aliado ao governador Itamar Franco, de Minas, Maguito tem sido um crítico duro ao governo e, inclusive, assinou o requerimento de criação da CPI da Corrupção. "Ele tem sido um crítico duro ao governo", constatou Aníbal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.