FHC renova apelo para que Senado vote logo a CPMF

O presidente Fernando Henrique Cardoso, em um breve pronunciamento à imprensa, renovou seu apelo para que todos os senadores com poder de decisão assegurem ao governo os recursos provenientes da prorrogação da vigência da CPMF. "Renovo o meu apelo, e tenho certeza de que será atendido, àqueles que têm poder de decisão no Senado para que nós tenhamos assegurados esses recursos", afirmou. O presidente lembrou que o PFL já apoiou a prorrogação da vigência da CPMF na Câmara e, por isso, não vê razão para que o mesmo não aconteça no Senado. FHC disse também que acredita que outros partidos, inclusive os de oposição, também serão favoráveis à aprovação da PEC da CPMF. "Não havendo bloqueio à CPMF, não haverá bloqueio orçamentário", afirmou. Fernando Henrique disse ainda que tem percebido nas declarações de líderes políticos, e sobretudo dos pré-candidatos mais expressivos às eleições presidenciais de outubro, que todos têm defendido a responsabilidade fiscal. "Todos têm sido muito coerentes e tido uma posição de responsabilidade", afirmou. Para o presidente, os candidatos e líderes políticos sabem que é necessário para o País ter um caminho. E que esse caminho é o da responsabilidade fiscal e do atendimento às questões sociais. "Não vejo, portanto, nenhuma razão para se montar especulações em cima de declarações de A, B ou C ou da falta de declarações", afirmou. "Tenho a convicção íntima de que não há razão para termos nervosismo antes da hora", concluiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.