FHC pede a líderes para reiniciarem votação de projetos

O presidente Fernando Henrique Cardoso pediu aos líderes do governo no Congresso que retomem os trabalhos para reiniciar as votações de projetos de interesse do governo. Entre os projetos prioritários está o do Orçamento da União para 2003 e a regulamentação do Artigo 192 da Constituição, que trata do sistema financeiro. A informação é do líder do governo no Senado, Arthur da Távola (PSDB-RJ). Segundo ele, o presidente, que recebeu também para almoço o secretário-geral da presidência, Euclides Scalco, e o ministro-chefe da Casa Civil, Pedro Parente, não tratou da crise econômica do País. O vice-líder do governo no Senado, Romero Jucá (PSDB-RR), atribuiu a crise às expectativas sobre o resultado das eleições. Ele afirmou ainda que a "alta do dólar tem dia marcado para acabar e que quem estiver especulando vai perder dinheiro". Segundo Jucá, a disposição do presidente é de fazer todo o esforço "para tocar o governo no rumo que já vinha tocando".Jucá admite que a maior dificuldade para retomar as votações no Congresso é a pauta do plenário da Câmara, que está trancada por mais de 20 medidas provisórias. Ele acredita, no entanto, que a votação do Artigo 192 seja possível após as eleições. Segundo Jucá e Távola, o governo quer votar também a reforma da Previdência, a correção do Imposto de Renda, as mudanças na CLT e os projetos que tratam da segurança. Távola disse que o presidente pediu um esforço especial para aprovar ainda em seu governo a medida provisória que trata de mudanças nas regras de organização do futebol. "É uma medida moralizadora que o presidente quer deixar como marca de seu governo. Mas há muito o que fazer e pouco tempo para realizar", admitiu Távola.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.