FHC passa o carnaval em reserva ecológica

O presidente Fernando Henrique Cardoso escolheu a reserva ecológica de Mamirauá, no interior do Amazonas, para passar os quatro dias de Carnaval. Fernando Henrique deixa Brasília no sábado pela manhã e vai para Tefé, cidade a 525 quilômetros de Manaus e sede da reserva. Assim que chegar a Tefé, o presidente e família embarcam e ficam hospedados no navio Napaflu Raposo Tavares, da Marinha, que percorrerá parte da reserva durante todo o feriado. Apesar da viagem de Fernando Henrique ser de caráter pessoal e particular, a reserva ecológica deve ficar fechada para os demais visitantes durante o período de carnaval.O navio em que Fernando Henrique e comitiva ficarão durante o feriado é utilizado para pesquisas pela Marinha, servindo também de apoio à população ribeirinha. Segundo a assessoria de imprensa da presidência, o navio é "simples e sem muito conforto". Junto com o presidente, vão sua mulher, D. Ruth, seu filho Paulo Henrique e sua namorada, Evangelina Seiler (conhecida como Van Van), sua filha Beatriz, e quatro netos. Também faz parte da comitiva presidencial Jovelino Mineiro, amigo de Fernando Henrique e sócio de seus filhos em uma fazenda em Buritis (MG). Um dos programas que Fernando Henrique deverá fazer na reserva é observar os jacarés à noite.Criada em 1990, a reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá serve para proteger as várzeas da confluência dos rios Solimões e Japurá, no Estado do Amazonas. A reserva tem uma área de 1,1 milhão de hectares e cerca de 80 quilômetros de floresta, que ficam completamente alagados. Na reserva, já foram catalogados mais de 300 espécies de peixes e vivem cerca de 400 espécies de aves e mamíferos. De janeiro a abril é o período de chuvas e, portanto, quando o nível das águas começa a subir e é possível observar o início da desova de peixes.Na última quinta-feira, a viagem de Fernando Henrique à reserva Mamirauá acabou criando um mal estar do Palácio do Planalto com o governador do Amazonas, Amazonino Mendes. O governador considerou uma "descortesia" o fato de não ter sido avisado oficialmente da visita do presidente ao seu Estado. Esta é a segunda vez, em menos de dois meses, que o presidente e família decidem fazer turismo ecológico. No fim de 2001, Fernando Henrique aproveitou o Natal para descansar no Pantanal Mato-Grossense. Fernando Henrique e família retornam a Brasília na terça-feira à tarde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.