FHC nega liberação de recursos em razão de CPI

O presidente Fernando Henrique Cardoso negou hoje, em Corumbá (MS) que esteja liberando recursos para que os parlamentares dos partidos aliados retirem suas assinaturas do requerimento de instalação da CPI. "Isso é mera especulação política. O orçamento tem que ser executado", disse o presidente em seu discurso, na cerimônia de inauguração de uma ponte sobre o rio Paraguai. Em entrevista coletiva concedida logo depois da cerimônia, o presidente voltou a negar a liberação do dinheiro. "Dizer que se está liberando dinheiro para impedir a CPI é uma indignidade que eu não aceito", disse o presidente, que justificou as recentes liberações de dinheiro à máquina do governo "que não pára".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.