FHC não vai intervir no Espírito Santo, diz Aécio

O presidente Fernando Henrique Cardoso não vai decretar intervenção federal no Espírito Santo, informou hoje o presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG). "Estão querendo me dar um poder além daquele que eu devo ter", disse o presidente, segundo Aécio, ontem à noite, no jantar com líderes partidários e os presidentes das duas casas legislativas.A intervenção, explicou Aécio, só poderia ocorrer se houvesse uma ação judicial e não a partir de uma ação do presidente. Outro fator que afasta a iniciativa de intervenção federal, segundo Aécio, seria a impossibilidade de o Congresso votar, durante o período de intervenção, qualquer emenda constitucional. Isso inviabilizaria, por exemplo, a tramitação da proposta de emenda constitucional que prorroga a CPMF e a que trata da regulamentação do sistema financeiro.Aécio Neves acredita, no entanto, na intervenção da Executiva nacional do PSDB no diretório regional do partido. Se isso ocorrer, a medida fortalecerá a posição do prefeito de Vitória, Luiz Paulo Vellozo Lucas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.