FHC não vai comentar declarações de economista, diz porta-voz

O presidente Fernando Henrique Cardoso não vai comentar as declarações feitas hoje, em Genebra, pelo economista Rudiger Dornbusch, segudo informou o o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola. Dornsbusch afirmou que Fernando Henrique se "utilizou das privatizações para financiar sua reeleição e agora deixará uma dívida social e fiscal enorme para o próximo governo". "Se estamos buscando um especulador para culpar pela situação do Brasil, esse especulador é Fernando Henrique Cardoso", completou Dornbusch.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.