FHC não pediu afastamento de Arruda

O presidente Fernando Henrique Cardoso não pediu ao líder do governo no Senado, José Roberto Arruda (PSDB-DF), que se afastasse do cargo. A informação foi dada na noite desta quarta-feira pelo porta-voz da Presidência da República, Georges Lamazière. Ele disse que, no encontro do presidente com Arruda na hora do almoço, Fernando Henrique pediu ao líder que apresentasse esclarecimentos ao Senado Federal sobre a acusação de que ele, a mando do então presidente do Senado Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), teria pedido à ex-diretora do Serviço de Processamento de Dados do Senado Federal (Prodasen) Regina Célia Borges que violasse o sistema de votação eletrônica do Senado. Ainda segundo o porta-voz, na conversa com o presidente, Arruda antecipou o que diria posteriormente no plenário do Senado, trazendo vários elementos que mostravam que não corresponde aos fatos a afirmação relativa à visita da funcionária do Prodasen a sua residência, por ela elencado em seu depoimento à comissão de sindicância que investigou a violação do sistema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.