Ayrton Vignola/AE
Ayrton Vignola/AE

'FHC não é o nome mais adequado', diz Alberto Goldman

Vice-presidente nacional do PSDB afirma que ex-presidente 'não é nenhuma unanimidade' para disputar uma eleição indireta em caso de vacância no Palácio do Planalto

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2017 | 15h49

Em entrevista ao Estado, o ex-governador de São Paulo e vice-presidente nacional do PSDB Alberto Goldman diz que Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, "não é suficientemente sênior para ser presidente" e afirma que a escolha dos tucanos em caso de eleição indireta será feita em conjunto com Michel Temer e o PMDB. Para ele, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso não é "nenhuma unanimidade". Caso o senador afastado Aécio Neves (MG) deixe definitivamente a presidência do PSDB, Goldman assumirá, provisoriamente, o comando da legenda e organizará a sucessão na Executiva tucana.

Até quando o PSDB fica no governo Michel Temer?

Está tudo acontecendo muito rápido. É claro que a votação no TSE (Tribunal Superior Eleitora, sobre a cassação da chapa Dilma-Temer) é um elemento. Mas o importante são as articulações políticas. Há um consenso entre nós que precisamos encontrar uma saída com o Michel, e não sem ele. Pode ser pela decisão TSE? Pode.

Na possibilidade de uma eleição indireta, o nome do PSDB seria escolhido junto com o Temer e o PMDB?

O PMDB e o Michel vão participar de qualquer caminho que se adote, até porque ele tem o poder na mão. Não há saída que não envolva o presidente atual. Ele não é apenas, mas terá que ser parte da solução. Até porque a decisão da renúncia está na mão dele             

O sr. acredita que pode surgir no Judiciário um nome de consenso, como o de Cármem Lúcia (presidente do Supremo Tribunal Federal)?

Não sei quem colocou isso no jogo, mas essa ideia de (lançar) Cármem Lúcia não faz sentido. O Tasso (Jeireissati, presidente interino do PSDB) é possível. É preciso ver quem tem menos restrições, pode unificar mais  e tem capacidade de articulação política.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso é um bom nome?

Acho difícil, e não pela idade. Sabemos que ele teria objeções muito fortes de vários setores. Não é nenhuma unanimidade. Do ponto de vista popular, causa muitas reações negativas. Não acho que a figura dele seja a mais adequada neste momento.

E o Rodrigo Maia?

Ele não tem um perfil de presidentre da República. Não é suficentemente sênior.  Falta alguma coisa para ele. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.