FHC não confirma nem desmente saída de Gregori

O presidente Fernando Henrique Cardoso não confirmou nem negou a saída do ministro da Justiça, José Gregori. ?Não confirmo nada?, disse Fernando Henrique, durante entrevista coletiva na residência da embaixada do Brasil em Lima.?Isso é com o Itamarati?, disse o presidente, referindo-se à versão de que o ministro assumiria a embaixada do Brasil em Lisboa. Em resposta à afirmação de Luiz Inácio Lula da Silva, de que o governo brasileiro estaria negociando com o FMI a privatização da Petrobras, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, o presidente disse que isso deve ser programa do governo dele. ?Meu não é.?Fernando Henrique disse ainda que subscreve as afirmações do presidente do Banco Central, Arminio Fraga, sobre o assunto com o FMI, e não quis discutir cifras nem prazos para uma ajuda do Fundo.Ele disse que o importante é o aval do FMI. Quanto à proposta da criação de uma guarda nacional, Fernando Henrique disse que o tema é muito complexo porque envolve a entrada de policiais de um Estado em outro Estado, e que essa é uma discussão que não se resolve em uma reunião. ?O que não podemos aceitar é a quebra da hierarquia e a rebeldia?, completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.