FHC não comenta decisão do STF

O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Arthur Virgílio, afirmou, nesta segunda-feira, ao deixar uma reunião com o presidente Fernando Henrique Cardoso, no Palácio da Alvorada, que este não comentou a decisão do Supremo Tribunal Federal favorável aos professores em greve.Os ministros decidiram, por onze votos a zero, que o governo deve pagar o salário de outubro. ?Se couber recurso, o governo irá recorrer, pois está dentro da lei?, disse Virgílio.Questionado se não haveria risco de derrota para o governo, Virgílio afirmou: ?Se for uma decisão terminativa, o governo sairá vitorioso, sim, ao cumprir uma decisão da Corte Suprema?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.