FHC lamenta a morte de Campos, um político 'jovem e competente'

Ex-presidente afirmou que candidato do PSB seria um líder para a renovação política no Brasil

Stefânia Akel, O Estado de S. Paulo

13 de agosto de 2014 | 16h37

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso lamentou em sua página no Facebook a morte do candidato do PSB à presidência, Eduardo Campos, de alguns de seus colaboradores e dos pilotos que estavam no avião que caiu nesta quarta-feira, 13, em Santos.

"Minha primeira reação é simplesmente emocional: que tragédia", escreveu FHC. "Não há palavras que amenizem as perdas. Ainda assim, expresso minhas condolências, meus sentimentos de tristeza e de pesar."

FHC afirmou ainda que sempre manifestou respeito a Campos e a perda maior é do País. "No momento em que nós precisamos de líderes jovens e competentes, perdemos um dos melhores. Sua carreira nacional apenas se iniciava", afirmou.

Segundo o ex-presidente, fosse ou não eleito, Campos seria um líder para a renovação política que o Brasil "tanto precisa". "É uma perda irreparável", frisou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.