FHC: independência é "questão de partido"

O presidente Fernando Henrique Cardoso disse ainda na entrevista coletiva concedida hoje, que a posição de independência dada pelo PFL ao senador Antônio Carlos Magalhães é uma questão do partido. "Os que são de partidos aliados e que forem independentes vão continuar independentes na casa deles", disse o presidente, referindo-se às agremiações.Fernando Henrique lembrou que a situação de independência de ACM em relação ao governo, dentro do PFL, existe em outros partidos, inclusive no PMDB. Ele citou como exemplo o caso do senador Roberto Requião (PR). "É como um trombone isolado na orquestra", afirmou o presidente, destacando que o PFL, como legenda, apóia o governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.