FHC fará inauguração de turbina na usina de Tucuruí

O presidente Fernando Henrique Cardoso participará nesta sexta-feira, no sul do Pará, da inauguração da primeira de 11 novas turbinas que duplicarão a capacidade de geração de energia da hidrelétrica de Tucuruí, tornando-a a maior usina do País. A obra de ampliação realizada pela Eletronorte é a segunda maior do mundo atualmente em andamento, só perdendo para uma hidrelétrica que está sendo construída na China.Prefeitos da região beneficiados com investimentos financiados pela receita da venda da energia também estarão presentes à cerimônia, que terá como ponto alto a ?descida? de um rotor pesando 270 toneladas até o lugar reservado às novas unidades geradoras. Ele será ligado em dezembro, e depois dele um novo rotor entrará em operação a cada quatro meses.Localizada a 380 quilômetros de Belém, a cidade de Tucuruí inflou com a construção da hidrelétrica, concluída no final de 1984. Os funcionários e diretores da Eletronorte vivem em uma vila a parte do município ? uma espécie de condomínio de luxo, onde a infra-estrutura e a segurança são melhores.Hoje as 12 turbinas da usina abastecem de energia os Estados do Pará, Maranhão e Tocantins, além de ajudar o Nordeste pelo sistema interligado. Quando a última das novas turbinas entrar em operação, em 2006, Tucuruí terá passado dos atuais 4.245 megawatts (MW) de potência de geração para 8.370 MW, uma carga suficiente para atender 40 milhões de pessoas com energia elétrica. Itaipu tem capacidade para gerar mais de 12.000 MW médios, mas é um empreendimento binacional (Brasil-Paraguai).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.