FHC está ressentido com os êxitos do governo, diz líder

O líder do governo na Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), afirmou hoje que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) mostrou "estar ressentido e amargurado e numa posição desconfortável diante dos êxitos do atual governo". Ele fez essas afirmações em discurso no plenário, ao responder ao líder do PSDB, Jutahy Júnior (BA), que criticou o tom, por ele considerado "grosseiro, arrogante e até fundamentalista" do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no discurso que fez ontem em Pelotas, respondendo a críticas que lhe haviam sido feitas na véspera por FHC. Aldo Rebelo apontou como êxito do atual governo a manutenção do controle sobre a economia. Rebateu o adjetivo "fundamentalista", usado por Jutahy, ressaltando o espírito negociador de Lula que, segundo ele, fez em seis meses o que Fernando Henrique não fez em oito anos. Ele citou especificamente a reunião dos governadores sem privilegiar partidos; a elaboração dos textos das reformas previdenciária e tributária, "humildemente" encaminhadas ao Congresso. Ainda segundo Rebelo, Lula continua tendo humildade, ao contrário do que afirmara Jutahy, segundo o qual Lula deveria ter a humildade que o dramaturgo Nelson Rodrigues, torcedor do Fluminense, recomendava a seu time, quando entrava em campo. Rodrigues dizia que o Fluminense deveria "calçar as sandálias da humildade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.