FHC espera que CPI não atrapalhe votações

O presidente Fernando Henrique Cardoso espera que, com a eventual instalação da CPI da Corrupção, o Congresso não paralise as votações, "que é o que o Brasil precisa", disse nesta segunda-feira o porta-voz do Palácio do Planalto, Georges Lamazière.Ele afirmou que Fernando Henrique não fará comentários sobre a possível criação da CPI agora que as oposições já conseguiram número de assinaturas maior do que o necessário para pedir a sua instalação."O presidente já deu seus argumentos jurídicos, econômicos e políticos contra a CPI. Agora, a questão está com o Congresso Nacional", disse Lamazière.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.