FHC enumera medidas contra corrupção

O presidente Fernando Henrique Cardoso está apresentando neste momento, no pronunciamento que faz pela TV, uma série de ações preventivas que sua administração adotou para evitar a corrupção. Como exemplo, ele citou o processo de descentralização da distribuição de recursos para as escolas, e a criação de conselhos que fiscalizam a distribuição dos recursos. Segundo Fernando Henrique, há também, hoje, maior transparência nos repasses de verbas, já que as informações são entregues ao Poder Legislativo municipal e ao tribunal de contas, que acompanham o repasse dos recursos. O presidente disse que, para combater a corrupção, no Ministério da Saúde foi extinta a Central de Medicamentos e elaborado um processo ?mais crítico? sobre as internações hospitalares, o que permitiu uma redução de 750.000 internações pagas por ano.Fernando Henrique citou, ainda, medidas nas áreas da Previdência e da reforma tributária. Ele afirmou não negar que ainda existam desvios dentro do governo, mas sustentou que hoje eles são "bem menores". Segundo o presidente, uma das ações executadas no âmbito da reforma agrária permitiu uma redução de 93% no pagamento de precatórios pelo governo federal, que passou de R$ 313 milhões, em 1997, para R$ 21 milhões no ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.