FHC encontra dirigentes socialistas

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso não perdeu seus contatos junto a social democracia francesa. Nos últimos dois dias, ele encontrou dois ex- primeiros ministros socialistas, Lionel Jospin e Michel Rocard. Com Jospin ele almoçou hoje no restaurante "Le Grande Vefour", um dos mais tradicionais de Paris, enquanto que com Michel Rocard , o encontro ocorreu ontem, na residência de Michel Camdessus, ex-diretor geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), cuja origem política é também social democrata. Segundo o ex-presidente, em ambas as conversas, o tema da guerra contra o Iraque prevaleceu, tendo constatado que seus interlocutores não escondiam sua surpresa com a posição assumida pelo presidente Jacques Chirac, liderando o grupo de países como a Rússia, Alemanha e China que manifestam sua oposição a guerra, em oposição aos Estados Unidos, Grã Bretanha e Espanha, favoráveis a uma ofensiva imediata. Para Fernando Henrique Cardoso, os socialistas franceses se mostram também preocupados com as repercussões dessa guerra junto a África e o mundo árabe muçulmano, onde a influência da França é grande e seus interesses substanciais. O ex- presidente, na quinta feira, estará nos Estados Unidos, devendo proferir uma conferência Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Na sexta, ele deverá assumir a co-presidência do Diálogo Interamericano, juntamente com o norte-americano Peter Bell e só volta a Paris no início da próxima semana. Veja o índice de notícias sobre o Governo Lula - Os primeiros 100 dias

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.