FHC elogia conferência contra o racismo

O presidente Fernando Henrique Cardoso disse que o resultado da Conferência das Nações Unidas contra o Racismo, a Xenofobia e a Intolerância, encerrada sábado na África do Sul, vai auxiliar o País na execução de políticas relacionadas ao tema. Por meio do porta-voz Georges Lamazière, ele afirmou que o recém-criado Conselho Nacional contra a Discriminação vai estudar o aprofundamento de medidas anti-racismo. Fernando Henrique elogiou a atuação da missão brasileira que, segundo ele, "permitiu evitar a possibilidade de um fracasso da conferência". Apesar das controvérsias internacionais sobre o encontro, o presidente disse que a conferência "foi muito importante para despertar uma consciência crítica sobre o racismo". "Foram registrados passos importantes - vou mencionar só genericamente - em questões relativas a afro-descendentes e indígenas, por exemplo", concluiu o porta-voz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.