FHC é encantador de serpentes, diz Inocêncio

O líder do PFL na Câmara, deputado Inocêncio Oliveira (PE), concordou com o corte de R$ 5,3 bilhões nos gastos do governo, anunciado hoje pelos ministros da Fazenda, Pedro Malan, e do Planejamento, Guilherme Dias. Ele disse que o governo vai saber agora o que é ter uma base fraca no Congresso. Para o líder, sem o PFL o governo tem dificuldades para aprovar qualquer coisa. Inocêncio lembrou que, quando o PFL era do governo, o presidente conseguiu aprovar tudo. Tanto é que seu governo passará para a história como o que mais aprovou projetos no Congresso a custo zero, "utilizando apenas a lábia". "Fernando Henrique é um flautista encantador de serpentes", disse. "Ele deveria dar aulas na Índia, para ensinar como se faz àqueles encantadores de lá, e não ficar preocupado com disciplinas de Harvard ou da Sorbonne", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.