FHC diz que vai liberar recursos para o Rio

O presidente Fernando Henrique Cardoso disse hoje que o governo federal deverá liberar recursos para o governo do Rio de Janeiro e para as prefeituras das cidades atingidas pelas enchentes dos últimos dias. Ele disse ainda que as mortes ocorridas naquele Estado aborreceram muito a ele e a todos os brasileiros. "Não é a primeira vez que isso acontece. É muito doloroso ver, num dia tão simbólico como o Natal, tantas as famílias sofrendo. Eu pedi ao ministro da Integração que fosse ao Rio e, quando chegar a Brasília, verei o que pode ser feito e, se for necessário e possível, eu até irei lá pessoalmente", afirmou, referindo-se ao ministro Ney Suassuna.Segundo Fernando Henrique, "às vezes é mais eficaz tomar as medidas em Brasília do que ir pessoalmente". Quanto ao valor dos recursos, ele disse que o Ministério da Integração ainda está fazendo um levantamento dos danos. "Todas as vezes que há episódios dessa natureza, o Ministério da Integração Nacional tem recursos extras", afirmou, ressaltando que o Ministério pode baixar decreto e pedir ao Congresso a liberação especial de recursos. Ele salientou que a liberação do dinheiro para as áreas atingidas pela calamidade dependerá de solicitação tanto do governo estadual quanto das prefeituras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.