FHC diz que o Brasil está no rumo certo

O presidente Fernando Henrique Cardoso reafirmou na noite desta terça-feira sua convicção de que o País está no rumo certo, ao fazer um apanhado da evolução do sistema de comunicação no País, em discurso na solenidade de entrega das insígnias da Ordem do Mérito das Comunicações a 19 personalidades. Segundo ele, em 1994, existiam 14,5 milhões de telefones fixos no Brasil e, no fim de 2001, esse número já se aproximava de 48 milhões de aparelhos. Na telefonia celular, segundo ele, o número de aparelhos cresceu de 1,09 milhão para 28 milhões, no mesmo período.O presidente ressaltou a importância da criação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) como órgão regulador do setor, que foi privatizado em 1999. Fernando Henrique destacou o volume de investimentos em telecomunicações, nos últimos anos.Segundo ele, desde as privatizações, o setor vem recebendo investimentos anuais de US$ 10 bilhões. "Isso é muitíssimo dinheiro para um único setor", disse. Para o presidente, todas as ações empreendidas no setor de comunicações, nos últimos anos, permitirão a inserção do Brasil na era digital. Ele disse que o desafio futuro do setor continua sendo o da universalização. "A universalização traz informação e democracia, e isso faz parte da democracia moderna", afirmou.Ele aproveitou a oportunidade para lembrar uma série de ações que vêm sendo empreendidas pelo governo para permitir o acesso eletrônico do cidadão a diversos serviços públicos. Um dos exemplos por ele citados foi o volume de declarações de Imposto de Renda da Pessoa Física feitas pela Internet. Segundo ele, das 15 milhões de declarações entregues neste ano, 95% foram feitas pela rede mundial de computadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.