FHC diz que não há evidência de terrorismo no Brasil

O Brasil está empenhado na luta contra o terrorismo, inclusive na apuração de eventuais operações de lavagem de dinheiro em território nacional, disse o presidente Fernando Henrique Cardoso hoje numa entrevista à rede norte-americana de televisão CNN. Segundo o presidente, até agora nenhuma atividade neste sentido foi descoberta no Brasil. "Nós somos contra o terrorismo e estamos participando com os Estados Unidos nessa luta, inclusive na apuração de eventuais fatos na região das três fronteiras, entre o Brasil, o Paraguai e a Argentina", afirmou.O presidente ressalvou que "nenhuma autoridade americana, ou de outro país, passou ao Brasil provas de atos ilegais naquela região."O presidente brasileiro disse que não foi pressionado pelo presidente norte-americano, George Bush, durante o encontro na Casa Branca, sobre uma atuação direta do Brasil na guerra contra o terrorismo. "Eu disse para o presidente Bush que nós, brasileiros, temos o maior interesse em saber se existem atividades como lavagem de dinheiro em território brasileiro. Estamos apurando isso com o maior empenho possível", afirmou.PatenteIndagado sobre a controvérsia a respeito das patentes de medicamentos, o presidente defendeu o programa brasileiro de distribuição de medicamentos contra HIV/Aids e disse que o problema está sendo discutido na reunião de ministros dos países da Organização Mundial do Comércio (OMC), em Doha (Catar). "Todo país tem o direito de proteger a saúde de seus cidadãos", disse.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.