FHC diz que falta no Brasil 'espírito de liberdade'

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) defendeu hoje à noite que falta reforçar no Brasil o "verdadeiro espírito da liberdade". Durante palestra no 23º Fórum da Liberdade, FHC sustentou que não há contradição absoluta entre crescimento da economia e autoritarismo. Ele citou, como exemplo distante, a Alemanha nazista e como mais próximo, a China.

SANDRA HAHN, Agência Estado

13 de abril de 2010 | 22h55

"A economia pode crescer muito bem em uma forma de organização econômica que não abra espaço para competição, para a liberdade, e que sufoque até mesmo a liberdades individuais e as organizações partidárias", analisou, a um auditório de aproximadamente duas mil pessoas reunidas pelo evento na capital gaúcha.

FHC pediu ainda que "não nos deixemos enganar pensando que é possível existir formas de democracia que serão consequência da manipulação dos poderosos".

Os poderosos "podem até ter vindo de baixo", prosseguiu, em seu discurso. "Em geral, os que mais manipulam vêm de baixo", afirmou, recebendo aplausos do público. "Os ditadores, em geral, não são pessoas de cima, vêm de baixo", acrescentou.

Tudo o que sabemos sobre:
FHCfórum

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.