FHC diz que discurso de Lula é parecido com o seu

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso evitou falar de política nesta segunda-feira, durante palestra a cerca de 3 mil pessoas que tomaram todas as dependências do centro de convenções do Shopping Estação, em Curitiba. "Vim com outro propósito e não quero que minhas palavras sejam lidas como sendo crítica a este ou aquele", esquivou-se. Mas não se furtou em dar uma alfinetada no governo Luiz Inácio Lula da Silva, ao responder a uma pergunta da platéia e, depois, em rápida entrevista coletiva.Falando sobre a rapidez das mudanças do mundo, o ex-presidente preparou a platéia: "Não sou candidato a mais nada, por isso posso dizer isto". Segundo ele, o processo de mudança é progressivo. "Não se pode resolver problemas na saúde, na educação, na distribuição de renda em prazo curto", acentuou. E usou o exemplo da China, onde está o presidente Lula. "A China não resolveu nada disso. Ela concentrou, por enquanto. Enriqueceu bastante uma parte de sua população e manteve no mesmo rumo", disse.Segundo ele, daqui a 30 anos, a China "vai ter resolvido tudo isso se ela se mantiver no rumo". "Nós, aqui, ziguezagueamos sempre", criticou. "De repente, queremos uma coisa milagrosa. Queremos que a esperança vença o medo. O que quer dizer isso na prática? Novo modelo? Qual? Depois não tem. Isso não quer dizer que não haja possibilidade de mudança. O presidente Lula tem feito um discurso muito parecido com o que eu fazia", acrescentou, sendo bastante aplaudido. E depois repetiu: "Nessa matéria específica de dizerque não dá para fazer milagre ficou parecido com o meu discurso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.