FHC diz que carga tributária está no limite

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que a carga tributária do Brasil chegou ao limite. "O Brasil chegou a um limite, e eu não excluo minha responsabilidade, do que é possível extrair da sociedade em termos de impostos. Não dá mais", afirmou. Em palestra de pouco mais de uma hora durante feira promovida pela Associação Paulista de Supermercados (Apas), o ex-presidente afirmou que o limite de cobrança tributária "leva a uma certa irracionalidade e isso vai frear o crescimento do País". Fernando Henrique afirmou que, ao contrário do que muita gente imagina, só a redução da taxa de juros não leva ao crescimento. "Não basta baixar a taxa de juros. A redução dela em si mesmo não vai levar ao crescimento", reiterou, acrescentando que o Brasil precisa resgatar sua confiança para atrair investimento. Durante a palestra, o ex-presidente disse, diversas vezes, que não estava criticando o atual governo. Mas admitu: "Os governos passam e é bom que passem". A afirmação arrancou risos da platéia. "O meu (governo) também foi bom que passasse". Fernando Henrique não concedeu entrevista à imprensa após o evento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.