FHC diz que Blair apóia discussão sobre agricultura

O presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou hoje, na abertura da entrevista coletiva, nos jardins do Palácio da Alvorada, que o primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, tem a mesma posiçao do Brasil de que as negociações do Mercosul com a União Européia devem ser amplas. Segundo o presidente, essas discussões não devem ser limitar apenas às áreas de economia e manufaturas, mas também devem incluir a questão agrícola.Fernando Henrique elogiou Tony Blair, a quem chamou de ?grande líder e amigo do Brasil? e disse que ele e Blair têm coincidência de pontos de vista e que trabalharam juntos no que chamou de "governança progressista". Fernando Henrique disse que Blair cumpriu a palavra de vir ao Brasil durante o seu governo e lembrou que esta é a primeira vez que um chefe de Estado do Reino Unido visita o Brasil. Segundo o presidente, o Brasil e o Reino Unido têm tradição de convivência e que a Inglaterra tem uma tradição de democracia e liberdade que são enraizadas em solo inglês.Fernando Henrique disse também que os britânicos tem investimentos consideráveis no Brasil. "Vemos com satisfação no campo do petróleo, indústria, gás e aviação o que os ingleses estão ajudando nesta fase de crescimento econômico", lembrando dos esforços na área social. Segundo o presidente, o ministro da Fazenda, Pedro Malan, fez um relato ao primeiro-ministro inglês da área econômico-financeira e os ministros da área social falaram sobre suas respectivas pastas.Sobre as negociações do Mercosul com a União Européia, o presidente disse que a posição de ambos é de que o Brasil precisa ter um papel ativo, lembrou que em outubro próximo o Mercosul vai responder à oferta da União Européia e mostrou confiança de que vai chegar a entendimentos vantajosos. O presidente afirmou que na reunião de hoje ficou clara a possibilidade de uma parceria entre os dois países, principalmente nas áreas de saúde e educação, com troca de know-how na área de telemedicina. O presidente também lembrou que o ministro da Saúde, José Serra, explicou como tem sido o trabalho do governo e de organizações não-governamentais no combate à aids e citou que esse tipo de experiência já vem sendo amplamente utilizada na Inglaterra.O primeiro-ministro britânico, Tony Blair enfatizou que a Inglaterra também pode fazer uma boa parceria com o Brasil na área de educação, no que se refere à utilização de novas tecnologias para acesso das camadas mais pobres à educação.Fernando Henrique afirmou que há possibilidade de a British Gas interessar-se pela construção de mais um gasoduto no Brasil. Segundo o presidente, existem programas na Inglaterra de produção de energia que podem ser executados no Brasil como investimentos para diversificação da matriz energética. O primeiro-ministro Tony Blair salientou que seu país tem muita experiência no setor e fará tudo o que for possível para ajudar o Brasil.Fernando Henrique Cardoso afirmou que as decisões tomadas na madrugada de hoje pelo Senado argentino devem dar uma demonstração ao mundo de que o país está adotando soluções concretas para superar a crise econômica. O ministro britânico, por sua vez, disse que, além de concordar com a avaliação do presidente FHC, pretende conversar pessoalmente com o presidente argentino, Fernando De la Rúa para apoiá-lo na superação da crise.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.