FHC diz que Aécio 'não fechou a porta' a chapa com Serra

Ex-presidente afirma ser favorável à composição. Para ele, País não acredita mais em partidos, mas em pessoas

Julia Duailibi, de O Estado de S.Paulo,

18 de dezembro de 2009 | 14h27

Retirada da pré-candidatura de Aécio Neves abre caminho para formação de chapa com José Serra

 

SÃO PAULO - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou ao Estado nesta sexta-feira, 18, ser "favorável" à chapa puro-sangue formada pelos governadores José Serra (SP) e Aécio Neves (MG) para disputar a Presidência da República em 2010. "A minha opinião todo mundo conhece, é antiga nesta matéria. É favorável", afirmou o ex-presidente.

 

FHC avalia também que Aécio "não fechou a porta" para a composição, mas diz que isso será conversado mais adiante. "O governador Aécio nega (que venha disputar a vice), mas não fechou a porta. Eu preciso conversar com ele porque eu não quero criar uma situação que dificulte", afirmou o ex-presidente.

VEJA TAMBÉM:
Aécio desiste de pré-candidatura à presidência pelo PSDB
JOÃO BOSCO RABELLO: Aécio abre caminho para a chapa puro-sangue
JOSÉ ROBERTO TOLEDO: PSDB perde seu presidenciável mais governista

 

Após um ano de articulações, o governador de Minas anunciou, na quinta-feira, 17, que desistiu da candidatura a presidente da República. A decisão abriu caminho para que Aécio componha uma chapa única como vice de Serra.

 

Questionado se a chapa Serra-Aécio seria "imbatível", Fernando Henrique disse: "Não sei se imbatível, mas o País não está mais acreditando em partidos. Chegamos a um ponto tal em que acreditamos em pessoas. Isso não implica em não ter alianças com outros partidos, mas os dois são muito expressivos."

 

A avaliação mais comum no PSDB é que os dois governadores unidos representam uma chapa mais forte na disputa contra a candidata do governo federal, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT). Aécio, no entanto, diz que prefere disputar uma vaga ao Senado por Minas a entrar na corrida presidencial como vice.

 

Tudo o que foi publicado

linkSerra diz não estar surpreso com a 'grandeza' de Aécio

linkPara tucanos paulistas, Serra não irá antecipar decisão

documento Leia a íntegra da carta de desistência de Aécio

linkVirgílio: Aécio desistiu em favor da união do PSDB

linkSerra foi comunicado na quarta-feira sobre anúncio de Aécio

linkSerra deixa evento sem comentar desistência de Aécio Neves

linkFHC: saída de Aécio demonstra 'generosa compreensão'

linkDesistência de Aécio Neves movimenta bastidores do PSDB

linkDecisão de Aécio não muda estratégia do PT, diz Dutra

linkLula avisa Dilma sobre desistência de Aécio

linkCiro Gomes lamenta desistência de Aécio Neves

linkSerra será forçado a assumir candidatura, diz analista

linkSaída de Aécio foi 'gesto de convergência', diz Guerra

linkSimon: saída de Aécio fortalece pré-candidatura de Ciro 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.