FHC demite Ornélas e Tourinho

O presidente Fernando Henrique Cardoso decidiu exonerar os ministros da Previdência, Waldeck Ornélas, e das Minas e Energia, Rodolpho Tourinho. Em nota distribuída à imprensa, o presidente explicou que resolveu exonerá-los porque "o silêncio de ambos demonstrou o constrangimento em que foram colocados por um estilo de política que não é o meu", disse. O presidente elogiou na nota os dois ministros, mas afirmou que "mais do que nunca é preciso que as lealdades políticas sejam claras para não prejudicar a credibilidade da ação administrativa do governo".Segundo FHC, os ministros exonerados serão substituídos interinamente até que os partidos da base aliada recebam e se comprometam com a realização do programa de ação governamental para essa nova fase do governo, que lhes será enviado na primeira semana útil de março.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.