FHC: demissões não estão ligadas a ACM

O presidente Fernando Henrique Cardoso explicou, em nota sobre as demissões dos ministros Rodolpho Tourinho e Waldeck Ornélas, que não foram as declarações "de baixa credibilidade" do senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), nem pelas acusações infundadas que lhes foram feitas, que o levaram a tomar essa decisão. O presidente afirmou que não é do seu feitio, "nem seria correto exonerar alguém por ação de outrem ou acusações com motivação política, sem provas e sem que eu delas esteja convencido". Conforme o presidente, a demissão dos dois ministros foi tomada a partir da sua avaliação de "que eles perdem a condição de administrar, como até aqui o fizeram", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.