FHC defende ministro e PF no caso Sudam

O presidente Fernando Henrique Cardoso voltou a defender hoje a atuação do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, e da Polícia Federal nas investigações das denúncias de corrupção na Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). Por meio de seu porta-voz, Georges Lamazière, o presidente afirmou que o ministro tem tomado todas as providências requeridas pela Justiça e lembrou que já foram demitidos vários funcionários da Sudam responsáveis pelas irregularidades identificadas nas investigações.Fernando Henrique, segundo o porta-voz, disse que o governo ainda não sabe quem é o responsável pelo vazamento de conversas gravadas com autorização judicial pela Polícia Federal, mas concordou com a avaliação de membros do governo de que a divulgação do teor das conversas de pessoas ligadas ao caso prejudica a investigação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.