FHC com Bush às 13h30, comentando comércio exterior

O presidente Fernando Henrique Cardoso desembarcou ontem às 22 horas (1 da manhã, hora de Brasília), na Base Aérea de Andrews, em Washington. Ele vai se encontrar hoje, às 10h30 (13h30, em Brasília), com o presidente americano, George W.Bush, para uma reunião que durará apenas 30 minutos. Durante esse encontro, Fernando Henrique deverá manifestar seus temores de que um possível fracasso na tentativa de lançamento de uma nova rodada multilateral da Organização Mundial do Comércio, em Catar, possa levar os países mais desenvolvidos a tomar atitudes mais protecionistas. O presidente deverá ainda apresentar a Bush sua preocupação com o agravamento da situação econômica mundial, por conta da recessão americana e dos impactos dos atentados terroristas de setembro. Fernando Henrique deverá ainda reiterar a Bush o apoio do Brasil nas ações de combate ao terrorismo. Na pauta de assuntos está prevista também a crise argentina e os efeitos do oitavo pacote do governo De la Rúa. O governo americano já deu sinais de que não deverá dar um novo apoio financeiro à Argentina. Paralelamente o ministro-chefe da Secretaria do Gabinete de Segurança Institucional, general Alberto Cardoso, terá encontros com autoridades americanas da área de inteligência e do Departamento de Estado para tratar da questão questão do terrorismo. Em princípio o general Cardoso deverá apresentar um relato sobre as investigações em torno das denúncias de lavagem de dinheiro no país, que serviria como meio de financiamento para células terroristas. Também deverá apresentar dados a respeito de investigações em curso na região da tríplice fronteira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.