FHC cobra de Lula posição clara sobre terceiro mandato

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso cobrou do presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma posição firme e clara sobre as especulações em torno de um terceiro mandato. "Existe este risco. Este risco está no ar. Espero que o presidente Lula diga com clareza: sou contra", disse. Fernando Henrique alertou para o risco de retrocesso na democracia. "Não é preciso ser vulgar para ser popular e amar o povo", disse.Fernando Henrique fez a manifestação uma semana depois de Lula ter feito uma defesa pública do presidente da Venezuela, Hugo Chávez. "Ele (Lula) está confundindo plebiscito com democracia. Está havendo uma confusão que é nociva à democracia", afirmou Fernando Henrique que dedicou boa parte de seu discurso a detalhar o conceito de democracia. Para Fernando Henrique, a democracia é a bandeira mais importante que o PSDB tem de assumir e que não pode aceitar nenhum recuo em relação a eventuais tentativas de alterar a duração dos mandatos. Fernando Henrique fez a ressalva de que não acusou Lula de agir na mesma linha de Chávez. Ele criticou ainda o tratamento do presidente Lula aos petistas envolvidos no esquema do mensalão. "O presidente não pode passar a mão na cabeça de aloprado. Lugar de aloprado é no hospício e lugar de ladrão é na cadeia." O ex-presidente também pregou uma "revolução educacional" o que implica avanços tecnológicos. "Sem uma revolução na educação, não seremos capazes de enfrentar o século 21."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.