FHC cobra ação de líderes no Congresso

O presidente Fernando Henrique Cardoso cobrou dos líderes do PMDB e do PSDB no Senado, Renan Calheiros (AL) e Sérgio Machado (CE), uma ação em favor da retomada dos trabalhos no Legislativo, e lhes pediu que façam o possível para evitar a paralisação das atividades em função da crise instalada com o escândalo do painel eletrônico e, agora, com a iminência de instalação de uma CPI da Corrupção. Fernando Henrique chamou atenção para a necessidade de votação dos projetos da Lei das S.A. e das reformas tributária, judiciária e política. O presidente se reuniu com os líderes antes do almoço, no Palácio da Alvorada, ocasião em que também discutiu a situação do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, alvo de denúncias de ter sido favorecido com créditos da Sudene, sem a devida contrapartida de sua parte. Fernando Henrique conversou pessoalmente, hoje de manhã, com o próprio Bezerra, que se comprometeu a dar as devidas explicações sobre o episódio até amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.