FHC assume em janeiro a presidência do clube de Madri

O Clube de Madri, entidade que reúne 24 ex-chefes de Estado e que tem como objetivo "reforçar a democracia no mundo", foi formalmente constituído ontem na capital espanhola e decidiu, por unanimidade, eleger como seu presidente Fernando Henrique Cardoso.Segundo o jornal El País, o presidente brasileiro aceitou a nomeação, mas assumirá o cargo após o término do seu mandato no Brasil. Até lá, a ex-primeira-ministra do Canadá, Kim Campbell, presidirá a entidade. Segundo Campbell, a escolha de Fernando Henrique Cardoso é resultado de sua dupla condição de "político experiente e acadêmico de grande prestígio". A criação do clube de Madri foi negociada durante a Conferência sobre Transição e Consolidação Democráticas, promovida em Madri em outubro passado por organismos de estudos sobre relações internacionais dos Estados Unidos e da Espanha. Segundo os integrantes da nova entidade, "ela nasce com o objetivo fundamental de trabalhar em favor do fortalecimento da democracia no mundo e ajudar como organismo consultivo a todos aqueles países que iniciem um processo de democratização".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.