FHC apóia Aldo para a presidência da Câmara

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) entrou na campanha para reeleger o presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), ao cargo. Rebelo pediu o apoio de FHC em encontro em Alagoas na noite de sexta feira da semana passada e o ex-presidente já está conversando com tucanos em busca de votos para o comunista na disputa com o candidato do PT, Arlindo Chinaglia (SP), líder do governo na Câmara. FHC conversou com o líder do PSDB na Câmara, Jutahy Júnior (BA), durante um encontro em São Paulo pedindo empenho do tucano para eleger Rebelo. Apesar de a posição oficial do PSDB não ter sido tomada ainda, a tendência clara será de apoio a Rebelo. Jutahy conversou com o presidente da Câmara nesta quarta-feira, dia 3, e também já conversou com Chinaglia. "Se a base tiver um único candidato, cumpriremos o acordo. Se tiver dois candidatos, a partir desse fato objetivo, escolheremos o que for mais conveniente para o partido. Isso eu já transmiti a Chinaglia", afirmou Jutahy. O líder se referia ao acordo da proporcionalidade, pelo qual o partido reconhece o direito da maior bancada na Câmara de reivindicar a presidência da Casa. Caso o PMDB, que elegeu 89 deputados, abra mão da disputa pelo cargo, o PT, que elegeu 83 deputados reivindica o direito de eleger o presidente.

Agencia Estado,

03 Janeiro 2007 | 20h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.