FHC alega "questões de agenda" para não receber Bezerra

O presidente Fernando Henrique Cardoso alegou "questões de agenda" para não receber nesta segunda-feira o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, que está sendo acusado de desviar recursos da Sudene. Segundo o porta-voz do Palácio do Planalto, Georges Lamaziére, Bezerra será recebido hoje pelo secretário-geral da Presidência, ministro Aloysio Nunes Ferreira. O porta-voz acrescentou que ficou combinado com o ministro que, assim que ele chegar a Brasília, telefonará ao Palácio do Planalto para marcar data e hora do encontro com o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.