FHC admite possibilidade de prévias no PSDB

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso admitiu a possibilidade de realização de prévias internas no PSDB para a escolha do candidato que irá concorrer às eleições deste ano. Ele disse que não acha as prévias necessárias para a definição do presidenciável tucano. "Tem que ver se é necessário ou não. Eu acho que vamos chegar a um bom resultado antes de qualquer coisa", disse, antes de proferir palestra no Congresso Mundial de Oftalmologia, que se realiza em São Paulo nesta segunda-feira.O ex-presidente afastou a tese de que o triunvirato tucano irá definir o candidato, e disse ainda que, no caso de impasse, o partido deverá ser ouvido. "Se não formos felizes em criar uma situação favorável ao consenso, é claro que isso não vai ser resolvido por dois ou três. Tem que ser ouvido o partido, mais amplamente." O triunvirato é formado pelo ex-presidente, pelo presidente do PSDB, Tasso Jereissati, e pelo governador de Minas Gerias, Aécio Neves.De acordo com Fernando Henrique, o papel dos três é de apenas facilitar o processo de escolha dos candidatos. "Nós não estamos aqui para decidir, mas para tentar ver se é possível chegar a um caminho comum. Acho que é possível e estou confiante nisso", disse. O ex-presidente não confirmou o encontro com o governador Geraldo Alckmin, que estaria marcado para amanhã. "Só o governador pode confirmar o jantar. Eu sou convidado e estou esperando que me avisem."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.