FHC acredita que sem falha no painel CLT sairia

O presidente Fernando Henrique Cardoso, ao deixar a Escola Naval, disse que se não fosse o problema do painel eletrônico tinha certeza de que a Câmara dos Deputados teria aprovado ontem a proposta do governo de mundanças na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O presidente disse também que determinou o pagamento dos professores em greve "por consideração a eles". "Agora nada justifica a greve", afirmou o presidente, em rápida entrevista, antes de seguir para um encontro com empresários exportadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.