FHC à Indiana Jones: dormindo em cabana e observando jacarés

Longe da folia do carnaval, o presidente Fernando Henrique Cardoso passou a noite deste sábado na reserva de Mamirauá, no Amazonas. Acompanhado de uma comitiva de 10 pessoas, entre familiares e amigos, o presidente preferiu dormir numa das cabanas da reserva, deixando de lado o conforto do barco fluvial Raposo Tavares, da Marinha, onde está hospedado.O navio está ancorado na entrada da reserva. O presidente aproveitou a noite para fazer observação de jacarés à luz de lanterna, passeio muito comum entre os turistas que visitam a Amazônia. Ele também acompanhou a pescaria do neto Pedro.Macaco raroOs jornalistas que cobrem a visita do presidente não tiveram acesso à reserva. Essa é a segunda visita do presidente a Mamirauá, uma reserva mantida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), onde cerca de 6 mil moradores e 180 cientistas e extensionistas estão envolvidos num projeto que tem o objetivo de garantir a melhoria da padrão de vida da população local e, ao mesmo tempo, preservar a natureza.Ao contrário de muitas áreas de preservação ambiental, a população local foi mantida em Mamirauá dentro de um projeto participativo. Distante um hora e meia de barco da cidade de Tefé, a reserva tem uma atração à parte: um macaco pequeno e raro, o uacari de cabeça vermelha. O desejo do presidente Fernando Henrique ao decidir visitar novamente Mamirauá - ele já esteve anteriormente na reserva - era avistar um uacari.Muitas avesCriada em 1990, a reserva é conhecida pela grande variedade de aves ? mais de 400 espécies. Vivem na reserva também 45 mamíferos diferentes. Nos últimos tempos , o presidente tem escolhidos locais conhecidos por sua beleza natural para passar os feriados.Nas festas de ano novo, ele ficou numa fazenda no Pantanal. Embora tenha ido para a Mamirauá para passar todo o carnaval, o presidente pode retornar ainda nesta segunda-feira à Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.