FH acha "irreparável" perda de vidas na P-36

O presidente Fernando Henrique Cardoso qualificou de "irreparável" a perda de vidas de trabalhadores no acidente que culminou com oafundamento da plataforma petrolífera P-36, da Petrobras, na bacia de Campos (RJ). "Oque mais emocionou o presidente foi a perda de trabalhadores, que é uma perdairreparável", disse há pouco o porta-voz do Palácio do Planalto, Georges Lamaziére.Segundo ele, o presidente foi informado do afundamento hoje, às 11 horas, portelefone, pelo ministro de Minas e Energia, José Jorge, e pelo presidente daPetrobras, Henri Phillipe Reichstul. Por intermédio do porta-voz, Fernando Henriquereafirmou a permanência de Reichstul no cargo e garantiu que a Petrobras estápreparada para recuperar as perdas impostas pelo acidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.