FGTS: FHC diz que Tesouro não pagará correção

O presidente Fernando Henrique Cardoso reafirmou em sua entrevista que o Tesouro não vai pagar a correção do FGTS, determinada pela Justiça, relativa aos planos Collor e Verão. FHC disse que foi ele quem determinou estender a decisão judicial a todos os trabalhadores, mas ressalvou que o problema foi gerado em outro governo e em outra conjuntura. Por isso, segundo ele, a solução tem de ser feita de modo a não levar o Tesouro à bancarrota". Sobe a CPMF, o presidente disse que caberá ao Congresso Nacional determinar o que fazer após o término da vigência da Contribuição. Fernando Henrique disse que no momento adequado o governo também dará sugestões e afirmou que se os parlamentares entenderem que a CPMF não deve ter sucessor, precisarão indicar os programas sociais que deveão ser cortados, já que perderão essa fonte de receita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.