FFLCH tem como desafio manter a qualidade

Depois de mais de três meses, a maior parte dos professores da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) começa nesta segunda-feira a retomar o ritmo normal das aulas, diante de um desafio que para muitos já é considerado intransponível: a manutenção da qualidade dos cursos deste ano. A avaliação é partilhada tanto por professores que criticaram quanto pelos que apoiaram a paralisação dos alunos, encerrada na semana passada. Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.