Ferrovia multada por vazamento de combustível

O Ministério dos Transportes (MT) aplicou uma multa de R$ 79.900,00 à Ferrovia Novoeste, pelo acidente ocorrido quinta-feira, em Campo Grande (MS), com uma locomotiva que tracionava 43 vagões e que provocou o vazamento de cerca de 30 mil litros de derivados de petróleo no Córrego Bálsamo, na periferia da capital sul-matogrossense. Segundo informou o Ministério, a empresa tem prazo de 15 dias para pagar a multa, aplicada pela Secretaria de Transportes Terrestres (STT) do MT, depois de constatar que o tombamento dos vagões se deveu às más condições da via. A STT vai também manter interrompido o tráfego no trecho de 13 quilômetros entre o Pátio Manoel Brandão e Lagoa Rica, onde ocorreu o acidente, até que a Novoeste recupere os trilhos e dormentes deteriorados. Além disso, a empresa terá que apresentar, dentro de três semanas, um programa de investimentos na recuperação de toda a Malha Oeste, numa extensão de 1.621 quilômetros entre Bauru (SP) e Corumbá (MS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.