Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Ferramenta permite enviar reportagens a parlamentares

Botão já está disponível para os usuários que acessam o conteúdo de Política pelo site do ‘Estadão’ no celular

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2021 | 05h00

Os leitores do Estadão têm agora um canal direto com os deputados federais. Trata-se do botão para compartilhar reportagens por meio do aplicativo Poder do Voto, disponível nas páginas da editoria de Política no site do Estadão no celular. 

Criado há dois anos, o Poder do Voto é uma plataforma que permite acompanhar o trabalho de parlamentares, entender projetos de lei e encontrar deputados e senadores com perfil alinhado ao do usuário. Agora, é possível enviar reportagens, análises e colunas e interagir diretamente com deputados.

O botão já está disponível para quem acessa o site do Estadão no celular. É uma das opções no menu de compartilhamento, ao lado dos botões que levam a redes sociais como Facebook, WhatsApp e Twitter. Para usá-lo, é necessário ter o aplicativo Poder do Voto instalado e logado no aparelho – é possível fazer o download gratuito na Apple Store e no Google Play. A mensagem, com o conteúdo do Estadão em anexo, é enviada para o e-mail de contato do deputado ou de sua equipe. É possível inserir comentários e questionamentos.

“Esse projeto tem o pilar do que eu chamo de ‘democracia 2.0’, que é usar tecnologia para fortalecer a democracia e a cidadania”, disse o fundador do Poder do Voto, Mario Mello. Sem fins lucrativos, a entidade se mantém por meio de doações, voluntários e prestação de serviços gratuitos por parceiros. 

Na seção “Me Representa”, o aplicativo proporciona uma espécie de “match” entre o eleitor e o congressista. O usuário vota a favor ou contra os principais projetos de lei em discussão no Congresso, e o aplicativo apresenta os parlamentares que estão mais alinhados com a sua opinião. A intenção é que o eleitor “adote” um deputado ou senador, acompanhe seus passos e interaja com ele.

Perfis

Para que o cidadão se informe sobre cada projeto, o Poder do Voto tem uma seção com 15 entidades dos mais variados perfis ideológicos, que publicam análises sobre os projetos que estão em discussão. Ali estão órgãos  como o Instituto Millenium, o Educafro, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a ONG Todos Pela Educação e a central sindical União Geral dos Trabalhadores (UGT), entre outros.

O Poder do Voto tem quase 90 mil usuários e soma cerca de 900 mil “votos” dos usuários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.