Alex Silva / Estadão
Alex Silva / Estadão

Fernando Henrique deixa a presidência da fundação que leva seu nome

Ex-presidente será substituído pelo ex-chanceler Celso Lafer no comando da entidade criada em 2004

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

29 de abril de 2022 | 19h53

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou nesta sexta-feira, 29, que vai deixar a presidência da fundação que leva o seu nome. 

O seu sucessor será o seu ex-ministro das Relações Exteriores Celso Lafer. Aos 90 anos, FHC vai ocupar a presidência de honra da fundação criada em maio de 2004 e que tem um vasto acervo sobre a história democrática do Brasil.

A  Fundação Fernando Henrique Cardoso também renovou o seu conselho curador com o ingresso de novos membros: Arminio Fraga, Ilona Szabó, Izabella Teixeira e José Olympio Pereira.

Em março deste ano, o ex-presidente foi submetido a uma cirurgia no Hospital Israelita Albert Einstein após fraturar o fêmur em um acidente doméstico.

Fernando Henrique Cardoso foi presidente da República por dois mandatos, de 1995 a 2002. Foi ministro da Fazenda entre 1993 e 1994, durante o governo de Itamar Franco. Ocupando esse posto, comandou a elaboração do Plano Real, que estabilizou a economia após períodos de hiperinflação. Atualmente, é presidente de honra do PSDB.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.