Fernandinho Beira-Mar já está em Brasília

O traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, já está em solo brasileiro. O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) aterrissou às 9h10 desta quarta-feira na Base Aérea de Brasília. Fernando veio escoltado pelo diretor-geral da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal de Brasília, delegado Getúlio Bezerra, pelo superintendente da Polícia Federal do Amazonas, Mauro Spósito, e pelo adido da PF em Bogotá, César Nunes. A deportação do traficante foi determinada no início da noite de ontem pelo procurador-geral da República, Alfonso Gomez Mendez, interrompendo o interrogatório conduzido pelo promotor Romero Muñoz, desde domingo.Quatro viaturas da Polícia Federal esperavam o traficante na Base Aérea de Brasília para acompanhá-lo ao Núcleo de Custódia da PF, onde ficará preso até que a Justiça defina se ele será transferido para o Rio de Janeiro ou Minas Gerais.O secretário estadual de Segurança Pública, coronel Josias Quintal, chegou hoje, às 6h10, de Bogotá, na Colômbia, onde conversou com Beira-Mar. Ele desembarcou no Aeroporto Internacional do Galeão e disse que não vai revelar os nomes de políticos, empresários e policiais que estariam envolvidos com o narcotráfico, segundo informações do traficante, que foi preso no sábado na selva colombiana.A revelação, argumentou, poderia prejudicar as investigações. Ele disse também que as negociações para a prisão de Jacqueline Alcântara de Moraes, amante de Beira-Mar, estão a cargo das autoridades da Colômbia. Agora, Josias está no Forte de Copacabana, onde dá uma palestra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.