Ferido na P-36 teve lesões no aparelho respiratório

Ainda é gravíssimo o estado de saúde do operador de produção da Petrobrás, Sérgio Santos Barbosa, de 41 anos, ferido gravemente no acidente da plataforma P-36, depois das explosões na madrugada de ontem. Segundo boletim médico, divulgado na manhã de hoje pelo Hospital da Força Aérea do Galeão, uma broncoscopia revelou lesões no aparelho respiratório do paciente, por conta da inalação de fumaça. Barbosa teve ainda queimaduras de 2º e 3º graus em 98% do corpo, respira com o auxílio de aparelhos e está sendo mantido sob efeito de sedativos.Dez parentes de desaparecidos no acidente da plataforma P-36 estão sendo atendidos no auditório da Unidade de Negócios da Bacia de Campos, por psicólogos e assistentes sociais da Petrobrás. A estatal informou que há também famílias em pelo menos três Estados (Espírito Santo, São Paulo e Bahia) sendo atendidas. Para os parentes das vítimas que estão em Macaé, a Petrobrás está fornecendo hospedagem, alimentação, transporte e roupas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.