Feliciano diz que não falará mais de política em cultos

Deputado evitará o assunto 'para o bom andamento' da Câmara

Eduardo Bresciani, de O Estado de S.Paulo

10 Abril 2013 | 14h25

O deputado Marco Feliciano (PSC-SP) afirmou que não falará mais de política em cultos. Ele afirmou que tomará a atitude pelo bom andamento da Câmara e da comissão de Direitos Humanos, que preside. O colegiado realiza reunião aberta na tarde desta quarta-feira, 10, e apoiadores de Feliciano esperam uma mobilização de centenas de pastores na Câmara para manifestar apoio a ele.

 

“Para o bom andamento da Casa eu disse que nos cultos não toco mais em assunto de politica. Culto é lugar de falar de Jesus Cristo”, disse Feliciano, após participar de reunião do PSC.

 

O deputado afirmou esperar uma reunião “tranquila” nesta tarde. Nessa terça-feira, 9, ele recuou da decisão de fazer reuniões fechadas ao público, mas afirmou que vai retirar manifestantes ou trocar de plenário caso os protestos atrapalhem o trabalho.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.